segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Sobre amor - mais gotas de pensamentos.....

 


O que é o amor, afinal??


Amizade, tolerância, interdependência, tesão, necessidades diversas uns dos outros???


#WanjinGim
Instagram media by artevue_ - Amazing #portrait by #WanjinGim

As pessoas que convivem juntas, que moram juntas, invariavelmente se arranham, se estranham, se machucam, se ofendem num momento ou no outro, porquê cada pessoa, por mais afinidades que tenha com outras, é única, um universo a parte, e considero que esse processo seja natural, quando não é intencional.
Diferentemente de quando uma ou mais pessoas se dirigem umas às outras de forma arrogante, ríspida, agressiva com o propósito intencional de agredi-las e magoá-las, com a intenção clara de ferir, de diminuir.

Essas atitudes são mesquinhas e só empobrecem tanto a convivência (que pode inclusive ser rompida, quando poderia ser fortificada), quanto as pessoas que as praticam. Sim, porquê a Física já comprovou a lei da ação e reação em todos os níveis do conhecimento, não é mais "balela" de esotérico ou sermão de evangélico. É científico. A nossa vida é uma consequência de reações desencadeadas pelas nossas ações, em tempos diversos.

Quem planta feijão, se colher alguma coisa, será feijão, e não arroz. Só que até que o feijão cresça, quem plantou pode esperar colher qualquer coisa, achando que pode fazer o que quer impunemente. Ou seja, plantar qualquer coisa querendo colher coisas específicas.....Temos que plantar exatamente o que queremos colher, e nada no mundo nos dá o direito de tratar nenhum ser humano com tirania, independente da origem, classe social, grau de parentesco ou amizade ou da ausência destes, de preferências, gêneros e personalidades. Só porquê não são somente os outros que possuem defeitos e nós as qualidades.

O fato de sermos humanos pressupõe que todos temos defeitos e virtudes. O que vai se sobressair mais, é o que alimentarmos mais, mas nem assim as virtudes eliminarão os nossos defeitos. A questão é de caráter e maturidade.

E esse meu desabafo é para a humanidade de um modo geral, desde os mais próximos em termos de vínculos, até aqueles opressores que eu jamais conhecerei, é para todos os povos, para que não sejam intolerantes pq são diferentes, os interesses de quem alimenta e fomenta isso é de origem econômica, e só.

A questão é interesse e conveniência, e se deixamos que esses sentimentos tomem conta de nós, então sequer humanos estaremos sendo.


Telma Cassillo, 16/12/2011


A imagem pode conter: atividades ao ar livre
Postar um comentário